O poder do leite

Se foram das que como eu fez o curso de preparação para o parto e todo o acompanhamento no centre de saúde, onde sempre me referiram a importância do aleitamento materno. Não é que fosse necessário já que sei perfeitamente a importância que o leite materno tem para a vida de um recém-nascido, e mesmo para a saúde da mãe. Por isso mesmo sempre tive claro que gostaria e faria de tudo para dar “o meu leite” ao meu filho, mas o leite materno está envolto em muitos mitos e fábulas, que existem até aos dias de hoje.A saber: não há leite mau. Todas as mulheres sem problemas fisiológicos podem amamentar. Mamas pequenas ou grandes, todas produzem leite. O leite materno é suficiente por si só, não sendo necessário dar outro qualquer líquido ao bebé…e há umas tantas quantas verdades que precisámos de reter, porque vai haver sempre alguém – acreditem porque há! – que vos vai dizer coisas como: será que o teu leite é bom? será que é suficiente? o bebé ficou com fome, será que não precisas de dar fórmula/leite de substituição? Esqueçam e sigam o vosso instinto!

Uma das coisas que adiei e motivo deste post, foi o tema da bomba de extrair leite. Ouvi o conselho de que “espera até o bebé nascer e depois vês se precisas ou não…tens tempo!”. Tretas! Mal se deu a subida/descida do leite o meu desespero foi tamanho, que foi pai em missão de urgência comprar a bendita da bomba, pois só ela me ajudou a aliviar. Aliás, técnicas para ajudar neste processo natural e que pelo qual todas as mulheres passam por isso não se preocupem: vão para debaixo de um chuveiro de água quente, relaxem e tentem massajar as mamas para que elas fiquem menos “tensas”, também podem tentar as toalhas quentes (forma mais rápida é humedecer toalhas daquelas pequenas, colocar dentro de um tupperware e colocar durante alguns segundos e estão prontas), e depois a bomba.

Eu andei a pesquisar marcas como a Medela (muito presente em workshops e cursos), Nuk, Chicco, Suavinex, etc. No meu caso e após ter lido boas experiências da Avent da Philips, optei por esta e ainda consegui beneficiar de um desconto da Well’s.Existem nas várias marcas as versões manuais (li e ouvi que acabam por serem mais dolorosas na extracção, bem como demoram mais tempo e se tornam menos práticas) e as eléctricas. A minha é eléctrica, tem 3 posições de extracção e uma de estimulação. Não magoa e é bem simples de usar. Quanto ao barulho, segundo li não é das mais silenciosas do mercado mas suporta-se bem.

Espero que tenham gostado da partilha da minha experiência.

Bela♥

Fontes: imagens http://www.philips.pt/c-m-mo/philips-avent e http://hypescience.com/

Advertisements

2 thoughts on “O poder do leite

  1. Cristiana Felgueiras Lepage diz:

    Olá Isabel,

    Ora cá está um tema que, como Conselheira em AM, me é muito querido.
    O conselho de não adquirir antecipadamente a bomba está relacionado com o valor da mesma e a probabilidade de a usar. Nem todas as mulheres estão preparadas/motivadas ou têm o apoio necessário para superar as dificuldades da amamentação, acabando por tomar outras opções. O dinheiro pago pela bomba (que não é nada barata) pode ter sido desperdiçado. Uma rápida pesquisa no OLX e afins revela uma série de bombas de amamentação novas ou quase novas que não foram a solução para muitas puerperas. Aliás, uso da bomba, em algumas situações, pode mesmo contribuir para o agravamento do problema.
    Nos cantinhos da amamentação espalhados pelos centros de saúde e hospitais existem bombas disponíveis e é uma boa maneira de as mulheres se familiarizarem com as marcas e modelos. Como referiste há marcas que disponibilizam mais material do que outras, daí estarem mais presentes.
    Uma técnica que poder ser uma grande ajuda e que na minha opinião é pouco divulgada face à importância que tem é a extração manual. Está muito bem explicada num panfleto sobre extração e conservação do leite materno da DGS, mas fica arrumado no meio de muitas revistas cheias de publicidade que são oferecidas às grávidas.
    Tenho de concordar contigo que haverá sempre alguém a abalar a confiança, mesmo da grávida mais assídua ao curso, talvez o curso devesse ser alargado à comunidade em geral, para informar e sensibilizar sobre o tema.

    Um beijinho,
    Cristiana

    • thefairystyle diz:

      Olá Cristiana 🙂 Nada como uma profissional altamente qualificada para falar deste assunto, e sei bem o quanto sabes deste e de outros temas relacionados com este maravilhoso mundo mas que ao mesmo está cheio de desafios e alguma problemáticas. Obrigada mesmo pelo teu comentário profissional e de quem sabe, para a mim a bomba foi mesmo salvadora já que não tive o mínimo jeito com a extracção manual 🙂 mas sem dúvida que é um investimento grande e que muitas vezes pode não ser usado, no meu caso, é usado e ajuda imenso e como entrei em stress com a descida do leite, foi ela e os paninhos de água quente que me ajudou. Obrigada mais uma vez!
      Beijinhos 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s