Celebrar Diana de Gales

Este ano pela primeira vez se fala imenso sobre o aniversário da morte de Diana Spencer, a mulher que transformou o papel de princesa sem graça, obsoleta e enfadonha, nessas figuras na moda, tão cobiçadas que tantas mulheres sonham ser. Sem esquecer o importante e icónico contributo de Grace Kelly, sua contemporânea. Diana foi aquela que levantou o manto e deu glamour a este papel, até então ocupado por mulheres quase sempre feias, sem graça, sem sofisticação, sem porte nem interesse. Continuar a ler

Anúncios

Lady Diana

O que é um ícone? O que define uma pessoa ao ponto de nos inspirar? Será a sua beleza física? O seu poder social e sucesso?

Para mim uma pessoa icónica é aquela que vai e está além do tempo, moda, dinheiro, visibilidade e popularidade. É aquela pessoa que tem magnetismo, carisma, postura e me transmite uma forma de estar e ser. Os ícones derivam da religião, mas aqui falarei mais da questão de pessoas que me inspiração.

Começo pela maravilhosa, eterna e verdadeira Diana Frances Spencer.

7cda06f42e6bd50c1bca6ca3414b96f2

Fairy Style (Pinterest)

Continuar a ler

Madonna em Portugal

Que Madonna é conhecida mundialmente, disso não há qualquer dúvida. Que Madonna vende é um facto. Que Madonna é polémica é mais um! Mas que Madonna não é grande cantora? Esse facto está cada vez mais provado.

Aqui estou a expressar a minha opinião, entenda-se com clareza, de quem ouve e adora música e aprecia ver um bom concerto ao vivo! Infeliz ou felizmente (a carteira agradece!) ainda não assisti a nenhum concerto da Madonna ao vivo, mas também sinto que não tenho perdido grande coisa, a não ser o imenso espectáculo de luz, som e imagem da maravilhosa equipa que a acompanha!

Já tinha visto vídeos dos seus shows e sempre me pareceu mais show do que música, mas as recentes imagens e reportagem do seu concerto em Coimbra vieram comprovar mais uma vez a sua pobre qualidade vocal. Pelo que passou na TV (por isso não posso julgar o restante espectáculo) Madonna estava com voz de apito! Muita dança boa, mas a voz…Mas esta é a minha opinião e sei bem que a rainha da Pop tem uma verdadeira legião de fãs mundiais, e respeito quem goste dela. Eu gosto de algumas músicas, mas chamá-la rainha da Pop quando tivemos um Michael Jackson, ou quando temos uma Jennifer Lopez que canta, dança (muito muito bem), faz uns espectáculos para lá de fantásticos e ainda por cima é linda…no meio de tudo isto a Madonna está a ficar passada. Mais uma vez tem de recorrer a escândalos para ser falada. Too much – é  o que muitas vezes ela passa para o público. Ainda por cima pelo que tenho lido, o alinhamentos dos seus espectáculos são sempre iguais, independentemente do local onde são feitos, ou seja, nada de novo. O que interessa é (quase) encher estádios e o cofre!

Temos que lhe dar o valor por ter 53 anos e não ter-se deixado cair “na teia da idade”, mas também com as fortunas que tem e que gasta em tratamentos estéticos, seria muito mau sinal senão estivesse minimamente bem. Apesar de que há muita mulher com a idade dela, com metade do seu tratamento que está incrivelmente melhor. Como dizia o outro: se dinheiro não trás felicidade, é por que não o estamos a gastar bem!!

Mas venham mais músicas populares que a gente gosta. 🙂

 

Fontes: fotos reprodução